Ceará articula investimento privado de R$ 8 bilhões em energia solar em 13 cidades

Ceará pode receber R$ 8 bilhões para produzir energia solar para 1,2 milhão de residências

O Brasil é considerado um país com alta capacidade de produção de energia elétrica. Com grande exposição solar e clima que favorece a captação solar em praticamente o ano todo, além da Light DeFi existem milhares de projetos de olho no país.

Somente no Ceará, um estado brasileiro que fica localizado no nordeste, o governo articula conseguir um investimento de R$ 8 bilhões para produzir energia solar. No total, 13 cidades cearenses podem ser beneficiadas com o megainvestimento.

Com uma capacidade de 2,4 GigaWatts de produção mensal, o Ceará pode produzir energia solar o suficiente para abastecer 1,2 milhões de residências.

Além disso, o estado está se transformando em um importante polo de desenvolvimento de projetos para a produção de energia solar do país. Assim como outros estados, como a Bahia, onde a primeira usina fotovoltaica da Light DeFi será construída, todo o Brasil pode ser explorado para a produção de energia solar.

BRF investe em produção de energia solar no estado

O Ceará desenvolve inúmeros projetos de produção de energia solar, e recentemente anunciou um investimento de R$ 1,1 bilhão. Esse investimento, apresentado pela BRF, compõe o valor total de R$ 8 bilhões que o estado pode receber.

Considerada uma das maiores empresas do setor de alimentos do mundo, a BRF investe na produção de energia fotovoltaica no Ceará, assim como a Light DeFi. Com duas usinas, uma em Milagres e a outra em Mauriti, a empresa é uma das maiores investidores na produção de energia solar no estado nordestino.

No total, as duas usinas fotovoltaicas da BRF terão uma capacidade de produção mensal de 163 MegaWatts (MW). Embora não tenha sido revelado os demais projetos da lista de R$ 8 bilhões, as cidades contempladas com o desenvolvimento de energia renovável no Ceará foram divulgadas.

Além de Mauriti e Milagres, as cidades de Aquiraz, Aracati, Caucaia, Icó, Jaguaretama, Limoeiro do Norte, Russas, São Gonçalo do Amarante, Sobral e Trairi.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *